IVEA - Innovative Vocational Training for Autism

https://ivea-project.eu/

 

A FPDA - Federação Portuguesa de Autismo, coordenadora do projeto IVEA, em parceria com Autism Europe (Bélgica), Autismo Burgos (Espanha), MARS Foundation (Hungria), IntermediaKT (Grécia) e Universidade Católica Portuguesa (Portugal), encontra-se a desenvolver o projeto supracitado, cujo principal objetivo passa pela inclusão social de pessoas com Autismo (entre os 16 e os 30 anos de idade), através do emprego.
Devido às suas características, as pessoas com Autismo apresentam frequentemente dificuldades que as impedem de desenvolver as suas competências profissionais/técnicas em contexto de trabalho.
Entre outros fatores, as pessoas com Autismo podem manifestar algumas especificidades ao nível da interação com superiores e colegas de trabalho, bem como de compreensão e interpretação de instruções, o que muitas vezes impede a sua inclusão e permanência no mercado de trabalho.
Deste modo, considera-se importante a promoção e o desenvolvimento de competências transversais no âmbito da formação vocacional das pessoas com Autismo (competências sociais e interpessoais), competências essas que serão importantes para as ajudar a procurar e manter um emprego.
Neste sentido, o desenvolvimento deste projeto, ambiciona facultar estratégias, metodologias e conhecimentos a pessoas com Autismo e possíveis empregadores, por forma a serem mais-valias para estes dois grupos-alvo, num futuro próximo, numa sociedade mais inclusiva.

Objetivos Gerais:

- Aumentar as oportunidades de trabalho das pessoas com Autismo;
- Promover o desenvolvimento de competências transversais, introduzindo-as na formação e testando-as em contexto real;
- Elaborar um Guia Europeu inovador para a formação vocacional das pessoas com Autismo através de uma aplicação smartphone;
- Aumentar a consciencialização nas pessoas com Autismo, famílias, profissionais e população em geral, relativamente à inclusão de pessoas com Autismo no mercado de trabalho.

Resultados esperados:

1º Passo: Identificação das competências transversais importantes para o emprego das pessoas com Autismo (Janeiro 2019 a Março 2019).                          

2º Passo: Realização de um curso de formação vocacional para 12 pessoas com Autismo, tendo por base as competências transversais identificadas (Setembro 2019 a Janeiro 2020).

3º Passo: Realização de um curso de formação b-learning (com duas sessões presenciais) para potenciais entidades empregadoras de pessoas com Autismo (Outubro 2019 a Janeiro 2020).

4º Passo: Estágio de 3-6 meses das 12 pessoas com Autismo, formadas pela FPDA, nas entidades empregadoras que frequentaram o curso de formação e que se disponibilizaram para acolher estes jovens (Fevereiro 2020 a Maio 2020).

5º Passo: Elaboração de um Guia Europeu para promoção do emprego das pessoas com Autismo (Dezembro 2020).

6º Passo: Seminário Internacional em Bruxelas para apresentação dos resultados do projeto.